— Aurora — 

Prazo para produção após pedido: 10 dias (máximo)

“Não há nada melhor do que agradar a mãe de Deus com coisas belas”, disse-me um padre muito amigo. Nas cores do nascer do sol e da lua, homenageamos a Rainha das Rainhas com um terço de pedra muito especial. A beleza também pode ser um incentivo para o cumprimento de uma tarefa ou dever, que ele ajude a “rezarmos o terço todo os dias”, como pediu nossa Mãe.

Além disso, “o título de Nossa Senhora da Aurora foi dado à Santíssima Virgem Maria como representação da chegada do menino Jesus e por isso, sua imagem é apresentada com o Salvador em seu ventre. Considerada a padroeira e intercessora do advento e também a Senhora que protege a família.” (Dra. Filó)

Artesanal, é exclusivo e temos pouquíssimas unidades. Como todos os demais, vai num saquinho de algodão perfeito para guardar ou presentear.

"Quem é esta que surge como a aurora, bela como a lua, brilhante como o sol, temível como um exército em ordem de batalha?”
(Cântico dos Cânticos, 6) 

 

 

Terço Aurora

R$94,00
Esgotado
Terço Aurora R$94,00

— Aurora — 

Prazo para produção após pedido: 10 dias (máximo)

“Não há nada melhor do que agradar a mãe de Deus com coisas belas”, disse-me um padre muito amigo. Nas cores do nascer do sol e da lua, homenageamos a Rainha das Rainhas com um terço de pedra muito especial. A beleza também pode ser um incentivo para o cumprimento de uma tarefa ou dever, que ele ajude a “rezarmos o terço todo os dias”, como pediu nossa Mãe.

Além disso, “o título de Nossa Senhora da Aurora foi dado à Santíssima Virgem Maria como representação da chegada do menino Jesus e por isso, sua imagem é apresentada com o Salvador em seu ventre. Considerada a padroeira e intercessora do advento e também a Senhora que protege a família.” (Dra. Filó)

Artesanal, é exclusivo e temos pouquíssimas unidades. Como todos os demais, vai num saquinho de algodão perfeito para guardar ou presentear.

"Quem é esta que surge como a aurora, bela como a lua, brilhante como o sol, temível como um exército em ordem de batalha?”
(Cântico dos Cânticos, 6)